Tribos de Plastimodelistas

Conversa fiada, piadas e gaiatices em geral.
Avatar do usuário
Buhler
Plastimodelista
Mensagens: 691
Registrado em: 06 Abr 2007, 12:19
Localização: CEP 22795-295

Tribos de Plastimodelistas

Mensagempor Buhler » 21 Dez 2017, 08:00

Tribos de Plastimodelistas
Autor Vrykolakas
Existem diferentes tipo de plastimodelistas, com diferentes tipos de resultados. O que permite a harmonia, a diversão e a interação entre as diferentes tribos é o respeito

No Globo Repórter desta semana, As Tribos do Plastimodelismo, como vivem, o que pensam, o que comem, como se reproduzem...

Newbies: São compostos pela nova geração do modelismo. Não necessariamente de pessoas jovens, mas que são novos no hobby. Se caracterizam pelo interesse de aprendizado, geralmente começando com kits mais simples. Tendem a migrar para outras tribos com o passar do tempo. Tendem a ter grande medo dos míticos aftermarkets. Palavras como washes, weathering e streaking habita apenas em seus imaginários. Kit de resina é tabu mortal. Uma tribo que apesar de tudo é bastante heterogênea. Alguns de seus kits apresentam um resultado final pavoroso. Outros são surpreendentes. Tendem a se deparar com armadilhas e conselheiros do mal. Alguns estragam flyhawks, fujimis ao serem aconselhado a já começarem com o melhor. Outro se desanimam e caem na grande depressão ao iniciar com os modelos mais baratos e descobrirem que a Airfix e Alan, por exemplo, têm uma forma diferente de ver a realidade.

Noobies: Costumam levar as tribos mais radicais ao desespero. São formados por Newbies degenerados. Não são necessariamente pessoas novas no hobbie, mas permanecem no comportamento "vamos estragar o kit, não importa qual seja". Seus kits podem ser facilmente identificados pelas marcas de cola, encaixes visíveis, detalhes lixados, canopies foscos, pintura casca de laranja, escorrida ou com marcas grosseiras de pincel. No dialeto Noobie, wash=sujeira. Já têm ciência que um navio da Airfix é ruim, que modelo de resina é osso e que kit da Alan é pavoroso. Então se dedicam a depredar kits melhores, tais como Tamiyas e Hasegawas. Alguns são muito possessivos com seus kits, tanto que no modelo podemos encontrar várias marcas de suas digitais. São adeptos do molambomodelismo ou sua variante o modelismo lambancento. Tendem a se achar geniais e ignorar as opiniões dos demais. Seus membros vão involuindo até desaparecer. Mas as suas fileiras é constantemente alimentada por novas involuções Newbies, Alternativos Belezas e Sucateiros.

Radicais Xiitas: Não são necessariamente os que apresentam os melhores kits. Inclusive muitos destes nem chegam a finalizar seus kits, devido a alguma desculpa, que invariavelmente envolve falta de tempo. Mas sempre têm tempo para criticar os kits dos outros. Sua principal presa são os Noobies, que são violentamente caçados pelos Radicais Xiitas. Porém os Radicais Xiitas caçam e perseguem qualquer membro de outra tribo. O maior troféu para um Radical Xiita é conseguir derrubar um Semi-deus. Criticam tudo, o kit escolhido, as cores, as tintas, o resultado. Tendem a ser derivações mais agressivas e predatórias dos Especialistas Superpower, dos Narcisos Perfecionistas e dos Concurseiros. Qualquer um que discorde deles ou apresente em um kit algo que não concordem tendem a ter um comportamento agressivo e depreciador. Tendem a criticar a cor de um modelo, mesmo se utilizada a tinta usada no modelo original real.

Narciso Perfecionistas: Montam um, talvez dois kits na sua vida. Estão eternamente trabalhando em um único kit que demora anos para ficar pronto. Se aprofundam em uma pesquisa sobre aquele kit, sabendo sobre coisas do modelo que nem os projetistas originais são capazes de saber. Gastam fortunas e horas intermináveis acertando uma hélice, um pedal (que inclusive nunca mais verá a luz do sol), ou uma vigia. Não usa régua, usa paquímetro. Desenvolveu técnicas no modelismo que só ele sabe. Tribo, pequena e seleta. Quando conseguem montar um kit, é uma figura digna de museu, mas aí já se passou a vida toda. Gastam mais em aftermarket daquele kit do que na troca do carro. Têm sérios problemas de espaço. Têm pesadelos horríveis com a poeira. Demoram tanto em finalizar o kit que geralmente descobrem que a pintura de uma seção acabou ficando diferente da outra e começam tudo de novo. Sua maior fonte de prazer é mostrar aquele detalhamento que nunca ninguém vai conseguir ver com o kit pronto, mas ele sabe que estará lá. Tendem a ser evoluções obsessivas compulsivas dos Newbies, Alternativos Beleza e Especialista Superpower. Quando o nivel de agressividade se torna muito elevado, migram para os Radicais Xiitas.

Concurseiros: Também conhecidos como Mutlerinos... medalha... medalha... medalha... Esta tribo se alimenta de medalhas. Montam seus kits focados em eventos e concursos. Isto define não apenas o que vão montar, mas na velocidade em que vão montar. Tribo muito desunidade, tende a brigar entre si. Veneram os semideuses e desprezam os Newbies. Tendem a caçar os Noobies por esporte. Quando muito agressivos, migram para uma variante dos Radicais Xiitas que finalizam kits. Desenvolveram a mais apurada técnica no transporte de kits prontos. Podem entrar em depressão profunda, se da mesma forma que uma mulher descobre outra em uma festa com um vestido igual, se outro modelista aparece com um kit igual no evento. Se o outro ganhar medalha então, correm o risco de cortar os pulsos. São excelente companheiros quando vêm com o acessório "esportividade". Tendem a migrar para os Reis do Mimimi quando não conseguem sua dose mínima anual de medalhas.

Reis do Mimimi: Os famosos espalha brasa, estraga festa, os que dão azia em caixa de bicarbonato. Reclamam de tudo. Enquanto o Radical Xiita reclama tendo como base alguma referência ou balizados em algum ponto técnico plausível. os Reis do Mimimi são motivados por suas crenças pessoais idiossincrásicas. Se sentem magoados se alguém digita em letra maiúscula, ofendidos se alguém pergunta sobre o modelo que não finalizaram, chatiadíssimos se ouvem alguma crítica. Tendem a ameaçar seguidamente fóruns e eventos regulares, se sentindo vítimas. Mas sempre voltam achando que sentiram sua falta. Eventualmente são expulsos pelos que não aguentam mais tanto choro. Tendem a usar uma carapuça, rapidamente se denunciando ao queixar após ler este post que eu estava falando especificamente dele quando escrevi algum exemplo e reage de forma agressiva se sentido perseguido.

Aftermarketeleiros: Não importa o quão bom o kit seja. Para o Aftermaketeleiro sempre cabe um PE aqui, uma resina ali. Alias, Kit direto da caixa não tem a menor graça. Mesmo que o cockpit vá ficar fechado, não resiste a encher de resina e PEs. Inclusive, poderia até ter mais kits, mas cada Kit que monta tem aftermakets que somam 3x o valor original do kit, pelo menos. São ótimas fonte de referência para sabermos quais os after são bons e quais têm dificuldade de adaptação. Não só utilizam as helices de madeira da LF Models, como se orgulham disto. Tendem a ter Reis do Mimimi que tentam se infiltrar nesta tribo, mas que são rapidamente descobertos pelo choro.

Alternativos Beleza: Entre os meios intelectuais são conhecidos tambem como os Scratchbuilders. Que kit injetado que nada, o negócio é papel, palito de dente, fósforo, latinha, garrafa pet. São extremamente criativos. Com uma folha de estireno montam uma Millenium Falcon, com um ferro de passar roupa um modelo Steam Punk e com garrafinha de Yakult um pod racer. Mesmo um kit injetado leva um bocado de araminhos e tubinhos extras. Alguns trabalhos sao espetaculares e tendem a ascender para os semi-deuses. Outros são ridículos e despencam para os Noobies. Tendem de uma forma geral a serem respeitados, quase oraculos visionários, que ao verem um tubo vazio de aerolin conseguem visualizar a nave espacial que está ao redor. Uma variante light, menos alternativa, são aqueles que se dedicam a kits de resina.

Sucateiros: Salivam intensamente ao verem uma caixa de sobras. Os verdadeiros urubus do modelismo. Não jogue seu kit velho ou quebrado fora. Doe-o a um sucateiro. Se você tiver maldade suficiente em seu coração, vai inclusive conseguir vender para ele o kit que você ia jogar no lixo. Quando conseguem finalizar kits, evoluem para a tribo dos Alternativos Beleza. outros acabam virando um Narciso Perfecionistas, mas a maioria se mantém nesta variante menos nobre de uma especie de Boxmodelista.

Especialista Superpower: Se você tem uma dúvida de como era a bequilha do Bf-109K-4 ou se o bico do F-14 da Academy está correto ou não e principalmente o que fazer, o Especialista Superpower tem a resposta exata para você. Geralmente montam bastante. Mas somente um tipo de modelo. De preferência um de cada variante, de cada esquadrão e de cada fabricante. Se bobear sabe até a cor da cueca do piloto. Conhece histórias e particularidades de todos os operadores daquele modelo. Geralmente se dedicam a um modelos de aviação específico (Bf-109, F-14, F-15, Su-27), mas também há variações genéricas como Star Trek, Star Wars e Naval WWII ou Naval 1:700. Também estão próximos a se tornar semi-deuses.

Boxmodelista: Têm kits montados? Um ou outro, mas isto não vem ao caso. Cada uma das tribos tem um pouco de boxmodelismo, mas quando o acumular caixas se tornam o fim e não o meio, o plastimodelista migra para esta tribo. Um dos seus grandes prazeres é quando vê alguém dizer que está atrás de um determinado kit e ele diz que tem três destes, na caixa. Uma delas inclusive lacrada. O orgasmo é incontrolável quando o desfortunado interlocutor implora para comprar um dos três que ele tem e ele com um sorriso cruel nos lábios diz não. F-15? Tem uns 10. F-14 outros 10. Bf-109 então já até perdeu a conta. Se gastasse montando, o tempo que perde apreciando a arte da caixa, os sprues, os decalques, teriam uma coleção monstro de kits montados. Algumas variantes mais grave, acumulam PEs e outros Aftermarkets junto com os kits que jamais vão montar. Uma variante curiosa é a dos colecionadores de decais, que colecionam decais para versões de kits que ainda não compraram.

Raiz: Esta tribo usa tinta hobbycores para pintar, na melhor das hipóteses acrilex. O Alquimia é uma das maravilhas do mundo moderno. Cola de transparência é Cascolar. Weathering e com grafite de lápis raspado. White Spirits é Varsol. Evolução do Alternativo Beleza e do Sucateiro, que se utilizam de forma eficaz das sobras e daquilo que a mãe natureza colocou à disposição do modelistas. Por exemplo, nada melhor que folha seca picada para fazer folha seca. Serragem com anelina e alcool batida no liquidificador e a melhor grama sintética que há. Muitas de suas montagens ficam ducaray. Mais um passo e viram semideuses.

Eletrônicos: Para estra tribo, kit bom é kit com luzinha e barulinho. O kit mesmo acaba sendo o menos importante. Importante é ter janelinha. Ou então hélice para girar. Do espaço é o melhor, pois ainda pode ter uns barulinhos. A pintura nem precisa ser tão elaborada. O negócio é ter leds coloridos. Uma das palavras mágicas é Arduíno. Para se comunicar utilizam-se de uma escrita indecifrável para os demais.

Semi-deuses: Ocupam o panteão lendário da honra entre os modelistas. Fácil reconhecer um. É rodeado por um séquito de seguidores e se você vê um kit montado dele, jura que nunca mais vai montar um. Se você tem um igual, chega em casa e vende ele no Mercado Livre, simplesmente pela vergonha. Se você se arriscar a colocar um kit seu, igual ao lado de um dele. O seu pega fogo na hora. Você utiliza tintas importadas caríssimas, aerografo Iwata, thinner do fabricante, pincel com pelo de marta, etc e ele utiliza tinta acrilex misturada artesanalmente com auxilio do Alquimia, dilui no vidrex e o aerógrafo é o que tiver na mão, assim como no pincel. O seu fica parecendo brinquedo. O dele... parece que o modelo real tentou copiar o modelo que o cara fez.

Pobres Mortais: A mais volumosa das tribos e onde eu me encaixo. Já foi Newbie, escapou de ser Noobie, eventualmente é alvo de um Radical Xiita. Admira o trabalho de um Narciso Perfeccionista, mas tem pena dele, quanto kit ele deixou de montar... Se diverte ganhando medalha em cima de um Concurseiro e gosta de provocar os Mimimi. Compra aftermarket quando dá, mas monta numa boa sem eles, aprende um bocado de coisa com os Aftermarkteleiros, vende suas sobras para os sucateiros, tira suas dúvidas com os Especialistas Superpower, morre de inveja da coleção dos Boxmodelistas, quando a grana aperta vira Raiz, admira os Eletrônicos, mas nem arrisca e quando vê um trabalho pronto de um Semi-deus, se pergunta, por quê o "Semi"?

E aí, se identificaram com alguma tribo?

meianoite2
Plastimodelista
Mensagens: 1359
Registrado em: 04 Out 2011, 14:56
Localização: Ilha do Governador, RJ

Re: Tribos de Plastimodelistas

Mensagempor meianoite2 » 22 Dez 2017, 00:04

Muito bom!

:ok
Sempre aprendendo...
Eduardo

Avatar do usuário
Batista
Admin.
Mensagens: 1082
Registrado em: 22 Dez 2006, 10:20
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Contato:

Re: Tribos de Plastimodelistas

Mensagempor Batista » 22 Dez 2017, 15:45

:drink:


Voltar para “Botequim carioca”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 5 visitantes